As primeiras descobertas do AirBNB: sutil, pequeno e poderoso

  • De: Marcio
  • Em: Buzão, indo para São Paulo 21 de Maio de 2016
  • Fazendo: traduzindo legendas da Blitzscaling
  • Para: Aspiring Founder .

A transcrição abaixo é relacionada com a aula-entrevista que Brian Chesky, CEO do AirBNB, deu para os alunos de Stanford em 2015, nas aulas intituladas Blitzscaling Technology-based Companies, aulas que nos ajudam a refletir sobre startups de tecnologia e como elas escalam e se tornam grandes empresas — muitas dessas referidas empresas entrevistadas são como unicórnios.

'''

E é daí que surgiu o nome. Airbedandbreakfast.com Assim muitas pessoas ouvem o nome, elas acham que é tipo, "ar" air é a plataforma e "bnb" é a casa. Não, é somente "camas de ar". Isso era tudo que isso era. (risadas) Aqui era só "colchão de ar". E assim, nós acabamos recebendo 3 pessoas de lugares do mundo. Uma mulher de 35 anos de Boston, um pai de 45 anos, pai de 5 pessoas, de Utah, e uma pessoa de 30 anos, da India. E, agora, eu te digo, que a razão que iniciamos a fazer isto é porque nós achamos que aquilo era engraçado, legal e faríamos dinheiro. Porque nós precisávamos pagar o aluguel. Existe algo que acontece, no entanto, quando outros moram com você, é tipo um laço de amizade que contrai de um ano para um dia.. Em outras palavras, se você encontrou alguém, talvez aqui em Stanford, ou no mundo real, e você passa a conhecer eles, quanto tempo leva para você, tipo, convidar eles na sua casa e jantar com eles? Isso poderia levar meses, até um ano. Você não só conhece as pessoas. Isto é, o que aconteceu, é que a amizade do ano foi compactada para alguns dias. Assim, essas pessoas chegaram como estranhos, e elas literalmente sairam como amigos. De fato nós mantemos contato com elas. De fato, um dos convidados acabou me convidando para seu casamento. '''

Veja aula-entrevista Blitzscaling com Brian Chesky, CEO do AirBNB e se preferir coloque a legenda em pt-BR, e me perdoe se encontrar erros de português na legenda - mais uma vez foi algo que fizemos muito rápido.

Mgalli.com / Marcio S Galli

Entusiasta do mundo da tecnologia e do empreendedorismo, seu objetivo é produzir projetos que ajudam as pessoas a descobrir seu potencial criativo. Acredito no poder das boas companhias e no trabalho como forma de melhorar o mundo ao nosso lado. Se é possível trabalhar aprendendo, então pode-se reinventar as próprias condições para um mundo melhor. Tecnologia não é o fim. O fim é o trabalho e o trabalho deve permitir viver o potencial melhor da vida.

Made with ❤ by Marcio and ReSite